CNPJ: 30.731.088/0001-82

InstagramFacebookTwitterMediumEmail

[...] só quem faz poesia 

dá voz a sua loucura,

salva um coração mudo,

abriga uma alma decaída 

e grita.


O bicho que me falta
Ed.Penalux, 2022


LITERATURA

Com uma narrativa fluente e singela e um enredo explicitando descobertas intrínsecas, dotando as descrições com um arrebatador sentimento de libertação no transcender de ditames morais e comportamentais, Jander Gomez conduz assim seu romance contemporâneo RE+começar obra imaginativa e convergida a estabelecer um contato efetivo com um público jovem, com versatilidade e sentimentalismo no rebuscar duma identidade autêntica, por vezes recôndita pelos embates de gênero, para além das definições e preceitos simplórios que visam estabelecer uma fronteiriça objetividade incontestável, quando é vilipendiada uma subjetividade imanente na homoafetividade, elemento ressaltado entre outros dilemas pelo autor, contudo sendo uma história de amor não limitada a se comunicar com um público especificado, e nisto reside um mérito notável.


Essa é a história de João Augusto dos Anjos, artista plástico de trinta e alguns anos que, assim como muitos outros artistas, tem sua vida conturbada, sobretudo por problemas financeiros, afetivos e por envolvimento com drogas. João é viciado e busca a todo tempo se desprender de sua realidade. O personagem é um ponto cego entre a vida e a morte, um turbilhão de pessoas morando dentro de um homem só. João carrega a dor em seu olhar; punhos cerrados nos bolsos e revela segredos nos sorrisos.

Um homem a se temer? Um homem para se amar? Ele pede: desnuda-me dos pés ao último fio do meu cabelo… se por bem ou por mal, por

vida ou por morte, quem sabe essa sorte seja sonho, apenas?

“O bicho que me falta”, de Jander Gomez, é o encontro entre o urbano e o rural num conflito de emoções. A coletânea de poesias que busca rememorar e curar, fazer renascer aquilo que um dia foi frágil e cansado, transformar e buscar nas raízes o que há de mais forte e até animalesco. “O bicho que me falta” é o caminho e o resultado dessa nova vida, desse novo ser que, depois da depressão e da solidão, renasce de suas próprias cinzas. É a própria Fênix.

UMA COLCHA DE RETALHOS, ELA DISSE

Tomás é um jovem campo-grandense negro, pobre tendo que lidar com o trauma da morte do pai. Ao mesmo tempo, tenta conciliar trabalho e estudo para ajudar a mãe com as necessidades básicas da casa.

A ideação suicida, a descoberta da sexualidade, as amizades, a revolta contra a opressão do sistema comerciário e as vivências dolorosa do luto, são temas que tocam a todos nós, mas em Uma colcha de retalhos, ela disse, são colocados em um diapasão bastante atenta ao que se passa, no imaginário da juventude contemporâneo e que estão presentes nesse romance de formação do autor Jander Gomez.

VERSÕES DIGITAIS

RE+começar

Ponto Cego

O bicho que me falta

Uma colcha de retalhos, ela disse (Grátis)

CINEMA

VIVARTE, AS QUATRO LINGUAGENS DA ARTE

Nesse documentário criado por alunos da Escola Antônio Valadares de Terenos/MS, com vozes de diversos personagens, apresentam o maior projeto cultural do município. Nele, membros da Cultura Nacional, professores e alunos, depoem sobre o Projeto Vivarte e seu processo histórico com foco no ano de 2019 em sua 16° edição. 

Direção e roteiro: Jander Gomez
Ano:2019

MULHERES TERENENSES

Mulheres Terenenses traz em seu enredo histórias sensíveis, mesclando situações cotidianas e reflexões sobre a sociedade atual.  A iniciativa cultural, visa lançar a essas mulheres, de famílias tradicionais ou não, um olhar mais humano as suas histórias e as atividades que desempenharam/desempenham para a cultura, economia, saúde, educação, segurança e assistencialismo do município, sejam elas, de grande visibilidade ou não.

Direção e roteiro: Jander Gomez
Original por: Jander Gomez
Ano:2020

SIDROLÂNDIA, MEMÓRIAS

Sidrolândia, memórias conta a história da formação da cidade de Sidrolândia pelo olhar de historiadores, antropólogos e principalmente por quem vive essa construção. O desbravamento criativo municipal, sua população e o papel das mulheres em toda a sua história.

Direção e roteiro: Jander Gomez
Ano: 2021

CAMARINHAS

A Umbanda guarda a tradição e rememora a virtude das iniciações de forma peculiar e extremamente ligada ao natural. Camarinhas apresenta uma breve perspectivas dessa tradição.

Um filme de Jander Gomez.

Direção e roteiro: Jander Gomez
Ano: 2022

MATEMÁTICA

A matemática está em tudo. Inclusive, formando um padrão de exibição para apresentar esses códigos ao qual chamamos de letras, palavras, frases. A partir dela, é possível criar pontes, cidades, chips, medicamentos e tantas outras coisas pertencentes no nosso dia a dia. Contudo, aprender a contar e ler os números, é primordial para realizar tais coisas.


Direção e roteiro: Jander Gomez

Ano: 2023

ONDE ESTIVE